Como funciona o Paralegal?

Os profissionais do setor Paralegal funcionam como grandes facilitadores de atividades para departamentos Jurídicos, Contabilidade, Fiscal, Expansão e demais áreas da empresa que necessitam de contatos com órgãos governamentais.

Algumas demandas como abertura de novos CNPJ ou de filiais de uma empresa, encerramento de estabelecimentos, obtenção de inscrições estaduais e municipais, obtenção de certidões negativas de débitos, alvarás e licenças de funcionamento entre tantas outras atividades de uma empresa que requerem contato com órgãos públicos, são canalizadas para profissionais Paralegais que estão habituados a lidar com o alto grau de burocracia inerente a cada processo.

Então, como funciona este departamento?

Basicamente, o Parelegal deve seguir 6 passos fundamentais para poder realizar seu atendimento. São eles:

  • Entendimento da demanda: o profissional recebe a necessidade de seu cliente e analisa o grau de urgência, volumes envolvidos e órgãos governamentais que deverão ser envolvidos, com o objetivo de montar um plano de ação para este atendimento.
  • Mapeamento da solução: com base em suas experiências anteriores e contato com os órgãos envolvidos, o profissional entende quais documentos deverá ter em mãos para dar andamento à requisição. Além disso, ele também preencherá os formulários oficiais de cada órgão, que poderão ser eletrônicos ou físicos.
  • Obtenção da documentação pertinente: deve-se, então, obter todos os documentos necessários à realização do atendimento, bem como verificar a necessidade de envolvimento de cartórios, traduções juramentadas, notarizações e consularizações.
  • Diligenciamento físico ou virtual: com tudo em mãos, deve-se entregar todo o material no(s) órgão(s) envolvidos. Esta entrega pode se dar de maneira presencial (diligência física) ou remota (diligência virtual).
  • Obtenção do protocolo: tão logo os documentos sejam entregues, é muito importante obter o respectivo número ou referência de controle, para que o pedido/processo seja acompanhado. Este controle interno do órgão vem através de um protocolo oficial de cada estabelecimento.
  • Acompanhamento e finalização: finalmente, após a análise de cada setor competente do(s) órgão(s) envolvidos, haverá um “julgamento” com o deferimento do processo, caso em que tudo foi aceito e a solicitação dar-se-á como encerrada, ou indeferimento (processo com exigência), em que o órgão retorna com alguma pendência para atualização da documentação entregue. Quando tudo estiver cumprido, o processo é dado como finalizado.

A Albieri e Associados conta com profissionais experientes no atendimento paralegal em todo o território nacional.

Conte com nossa expertise e se torne mais um cliente satisfeito com nossa abordagem profissional e assertiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *